A
A

A extrema-direita chegou à liderança de uma das maiores democracias do mundo, o Brasil, com a eleição do Presidente Jair Bolsonaro. Nas ruas, os brasileiros dizem preferir a ameaça de uma ditadura militar à criminalidade urbana, corrupção e à crise económica que o país atravessa.

Na Europa, a extrema-direita também ganha força em países como a Hungria, Polónia, a Áustria ou a Holanda. A escolha popular é determinante para eleger os governantes, mas o resultado também pode ser, por si só, uma ameaça à liberdade e à essência da democracia.

Por outro lado, mudar de governantes nem sempre significa uma mudança de políticas, sobretudo as que vão além-fronteiras e são decididas por instituições como a União Europeia. Itália, por exemplo, acaba de ver chumbado por Bruxelas o seu orçamento para o próximo ano. E em Portugal, a chanceler alemã Angela Merkel é considerada uma figura-chave para os destinos da economia nacional, num ranking dos mais poderosos.

Hoje, onde pára o poder? Qual é o peso da banca e da alta finança, das elites empresariais, dos novos media e do controlo das redes sociais no rumo dos países? Que contrapoderes existem e quais têm sido mais eficazes? Qual o papel da Justiça? Que ameaças traz consigo o vazio de poder nas instituições tradicionais da democracia?

Como avalia este conteúdo?
A sua opinião é importante.
No votes yet
Episódios
1
set do estúdio do Fronteiras XXI
O populismo tem ideologia? - Parte 1

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

90 min
Saber mais

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

90 min
Saber mais
2
set do estúdio do Fronteiras XXI
O populismo tem ideologia? - Parte 2

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

54 min
Saber mais

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

54 min
Saber mais
3
T1E2
Como será o trabalho do futuro?

Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias...

89 min
Saber mais

Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias...

89 min
Saber mais
4
set do estúdio do Fronteiras XXI
Afinal o que é a dívida?

Portugal é um país altamente endividado e que não cresce. A dívida, sobretudo a do Estado que atingiu 241,1 mil milhões de euros em dezembro passado, tem-se acumulado, ano após ano...

93 min
Saber mais

Portugal é um país altamente endividado e que não cresce. A dívida, sobretudo a do Estado que atingiu 241,1 mil milhões de euros em dezembro passado, tem-se acumulado, ano após ano...

93 min
Saber mais
Fronteiras XXI, um programa de debate semanal da Fundação Francisco Manuel dos Santos, emitido na RTP
Série
Debate
59EPISÓDIOS
2017

Debater os grandes temas que desafiam Portugal e o mundo, colocando frente a frente conceituados especialistas nacionais e/ou internacionais e uma plateia selecionada. É este o desafio do Fronteiras XXI, programa mensal da RTP3 que resulta de uma parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e a RTP.

Ao longo de 90 minutos, discutem-se temas que marcam a atualidade, mas também outros, menos mediáticos, que afetam o dia a dia dos portugueses para falar do presente a pensar no futuro.
 

Ler menos