A
A
logo fronteiras xxi

Putin deu um novo propósito à UE?

90 min
Ver episódio

A questão continuidade da União Europeia faz correr tinta há anos, alimentada por processos como o Brexit e pela falta de consenso interno em decisões chave – encabeçada quer pelas super-potências europeias (a França e a Alemanha) quer pelas ‘democracias iliberais’ (como a Polónia e a Hungria), consoante a natureza das políticas em causa. Mas a resposta da UE à pandemia da Covid-19 produziu resultados positivos, como a centralização da compra e distribuição de vacinas e o desenvolvimento de planos de recuperação económica.

A Guerra da Ucrânia parece ter unido os estados-membros contra um inimigo comum: a Rússia. Esta coesão em prol de um benefício maior traduziu-se, por exemplo, na definição rápida de sanções ao Kremlin e na mobilização de milhares de milhões de euros do orçamento europeu para a compra de equipamento militar destinado ao esforço de combate ucraniano.

Serão estes sinais de que a Europa é capaz de pôr de parte as diferenças e caminhar no sentido de uma maior unificação? O que pode mudar? Deve a UE ter capacidade de legislar sobre matérias que tradicionalmente são tratadas ao nível nacional? Com a candidatura de novos países à UE, qual será a sua política de expansão? Que papel terão as super-potências europeias na resolução dos desafios que a Europa enfrenta?

As respostas do ex-ministro da Defesa e da Administração Interna Nuno Severiano Teixeira, o embaixador da União Europeia no Reino Unido João Vale de Almeida, a ex-secretária de Estado da Defesa Nacional Ana Santos Pinto, e o embaixador jubilado Fernando d’Oliveira Neves. 

Como avalia este conteúdo?
A sua opinião é importante.
1 voto
Episódios
1
set do estúdio do Fronteiras XXI
O populismo tem ideologia? - Parte 1

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

90 min
Saber mais

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

90 min
Saber mais
2
set do estúdio do Fronteiras XXI
O populismo tem ideologia? - Parte 2

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

54 min
Saber mais

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

54 min
Saber mais
3
T1E2
Como será o trabalho do futuro?

Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias...

89 min
Saber mais

Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias...

89 min
Saber mais
4
set do estúdio do Fronteiras XXI
Afinal o que é a dívida?

Portugal é um país altamente endividado e que não cresce. A dívida, sobretudo a do Estado que atingiu 241,1 mil milhões de euros em dezembro passado, tem-se acumulado, ano após ano...

93 min
Saber mais

Portugal é um país altamente endividado e que não cresce. A dívida, sobretudo a do Estado que atingiu 241,1 mil milhões de euros em dezembro passado, tem-se acumulado, ano após ano...

93 min
Saber mais
Fronteiras XXI, um programa de debate semanal da Fundação Francisco Manuel dos Santos, emitido na RTP
Série
Debate
59EPISÓDIOS
2017

Debater os grandes temas que desafiam Portugal e o mundo, colocando frente a frente conceituados especialistas nacionais e/ou internacionais e uma plateia selecionada. É este o desafio do Fronteiras XXI, programa mensal da RTP3 que resulta de uma parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e a RTP.

Ao longo de 90 minutos, discutem-se temas que marcam a atualidade, mas também outros, menos mediáticos, que afetam o dia a dia dos portugueses para falar do presente a pensar no futuro.
 

Ler menos
Portuguese, Portugal