A
A
Sheri Berman e Daniel Ziblatt: Como impedir a destruição da democracia
47 min
Ver episódio

Em tempos conturbados «a grande magia» da democracia é a capacidade de se autocorrigir. «Quando enfrentam crises ou pandemias, as autocracias não têm capacidade de reagir às necessidades dos eleitores. As democracias sim», defendeu o cientista político Daniel Ziblatt, da Universidade de Harvard, durante o evento Cinco Décadas de Democracia, o que mudou?, no Quartel do Carmo, em Lisboa.

Neste debate, que juntou dois dos maiores pensadores internacionais sobre democracia, a professora da Universidade de Columbia Sheri Berman, deixou vários alertas sobre os riscos que hoje ameaçam o sistema democrático.

«Quando vemos muitos eleitores dispostos a apoiar partidos autocratas, isso deve deixar-nos em alerta. Porque isso significa que muita gente que já perdeu a confiança na democracia, que o sistema político já não responde às suas expectativas», adianta a cientista política.

Assista a esta conversa moderada pela cronista e comentadora política britânica, Ayesha Hazarika.

Como avalia este conteúdo?
A sua opinião é importante.
1 voto
Episódios
1
Imagem do vídeo de abertura Cinco Dècadas de Democracia
Vídeo: A democracia começou aqui

O Largo do Carmo foi o epicentro do golpe militar de 25 de Abril de 1974, que pôs fim a 48 anos de autoritarismo. Desde então, vivemos cinco décadas de democracia, cinco décadas de...

6 min
Saber mais

O Largo do Carmo foi o epicentro do golpe militar de 25 de Abril de 1974, que pôs fim a 48 anos de autoritarismo. Desde então, vivemos cinco décadas de democracia, cinco décadas de...

6 min
Saber mais
2
Imagem do presidente da Fundação Gonçalo Saraiva Matias, na abertura do evento Cinco Décadas de Democracia, o que mudou?
Gonçalo Saraiva Matias: Abertura do evento Cinco décadas de democracia, o que mudou?

Portugal hoje é muito diferente do que era há 50 anos, defende Gonçalo Saraiva Matias, presidente da Fundação Francisco Manuel dos Santos, na abertura do evento Cinco décadas de...

9 min
Saber mais

Portugal hoje é muito diferente do que era há 50 anos, defende Gonçalo Saraiva Matias, presidente da Fundação Francisco Manuel dos Santos, na abertura do evento Cinco décadas de...

9 min
Saber mais
3
Imagem do politólogo Pedro Magalhães
Pedro Magalhães: O essencial da política portuguesa

Portugal é, em grande medida, uma democracia como muitas outras. Mas tem também aspetos que a diferenciam das de outros países ocidentais. O que nos torna únicos? O cientista...

26 min
Saber mais

Portugal é, em grande medida, uma democracia como muitas outras. Mas tem também aspetos que a diferenciam das de outros países ocidentais. O que nos torna únicos? O cientista...

26 min
Saber mais
4
Imagem dos especialistas em democracia Daniel Ziblatt e Sheri Berman
Sheri Berman e Daniel Ziblatt: Como impedir a destruição da democracia

Como impedir a destruição da democracia? As respostas num debate que juntou em Lisboa dois dos maiores pensadores internacionais sobre democracia: Daniel Ziblatt, da Universidade...

47 min
Saber mais

Como impedir a destruição da democracia? As respostas num debate que juntou em Lisboa dois dos maiores pensadores internacionais sobre democracia: Daniel Ziblatt, da Universidade...

47 min
Saber mais
5DD logotipo
Série
Outros
14EPISÓDIOS
2023

Portugal hoje é muito diferente do que era há 50 anos. Quase cinco décadas depois, que mudanças profundas aconteceram no país? E que lições devemos retirar para melhorar o futuro? 

A Fundação tem um extenso programa para refletir sobre o que mudou e o que é preciso garantir para melhorar a democracia nacional. Um programa que começa no Quartel do Carmo onde o regime caiu – com o evento «Cinco décadas de democracia, o que mudou?» – e se estende a mais debates, documentários, publicações e estudos, que vão permitir pensar e construir o futuro coletivo.

Ler menos
Portuguese, Portugal