A
A

Como gerar riqueza em Portugal?

41 min
Ver episódio

Cinquenta anos depois da Revolução de abril, muito mudou na economia portuguesa, mas nem tanto em termos de produtividade. Desde 2013, Portugal consta sistematicamente abaixo da média europeia, ocupando o 14º lugar entre as 19 economias da zona euro.

A dificuldade em atrair grandes investimentos é já amplamente reconhecida e ajuda a explicar este cenário pouco animador. No entanto, os problemas não ficam por aqui: há falta de infraestruturas, são muitas as incertezas fiscais, a justiça e os processos são lentos e os gestores portugueses estão entre os menos qualificados da União Europeia.

Até 2030, Portugal tem o desafio de inverter esta tendência. Mas como fazê-lo? Estará a solução na reconfiguração do tecido empresarial? Será este o caminho para garantir um país mais produtivo, com melhores salários e capaz de reter novos talentos?

As respostas do economista José Alberto Ferreira, da professora de Estratégia e Inovação Céline Abecassis-Moedas e de Ricardo Parreira, diretor-executivo da PHC software, neste debate da Fundação, feito em parceria com a SIC/«Expresso».

Como avalia este conteúdo?
A sua opinião é importante.
2 votes
Episódios
1
Imagem do vídeo de abertura Cinco Dècadas de Democracia
Vídeo: A democracia começou aqui

O Largo do Carmo foi o epicentro do golpe militar de 25 de Abril de 1974, que pôs fim a 48 anos de autoritarismo. Desde então, vivemos cinco décadas de democracia, cinco décadas de...

6 min
Saber mais

O Largo do Carmo foi o epicentro do golpe militar de 25 de Abril de 1974, que pôs fim a 48 anos de autoritarismo. Desde então, vivemos cinco décadas de democracia, cinco décadas de...

6 min
Saber mais
2
Imagem do presidente da Fundação Gonçalo Saraiva Matias, na abertura do evento Cinco Décadas de Democracia, o que mudou?
Gonçalo Saraiva Matias: Abertura do evento Cinco décadas de democracia, o que mudou?

Portugal hoje é muito diferente do que era há 50 anos, defende Gonçalo Saraiva Matias, presidente da Fundação Francisco Manuel dos Santos, na abertura do evento Cinco décadas de...

9 min
Saber mais

Portugal hoje é muito diferente do que era há 50 anos, defende Gonçalo Saraiva Matias, presidente da Fundação Francisco Manuel dos Santos, na abertura do evento Cinco décadas de...

9 min
Saber mais
3
Imagem do politólogo Pedro Magalhães
Pedro Magalhães: O essencial da política portuguesa

Portugal é, em grande medida, uma democracia como muitas outras. Mas tem também aspetos que a diferenciam das de outros países ocidentais. O que nos torna únicos? O cientista...

26 min
Saber mais

Portugal é, em grande medida, uma democracia como muitas outras. Mas tem também aspetos que a diferenciam das de outros países ocidentais. O que nos torna únicos? O cientista...

26 min
Saber mais
4
Imagem dos especialistas em democracia Daniel Ziblatt e Sheri Berman
Sheri Berman e Daniel Ziblatt: Como impedir a destruição da democracia

Como impedir a destruição da democracia? As respostas num debate que juntou em Lisboa dois dos maiores pensadores internacionais sobre democracia: Daniel Ziblatt, da Universidade...

47 min
Saber mais

Como impedir a destruição da democracia? As respostas num debate que juntou em Lisboa dois dos maiores pensadores internacionais sobre democracia: Daniel Ziblatt, da Universidade...

47 min
Saber mais
5DD logotipo
Série
Outros
14EPISÓDIOS
2023

Portugal hoje é muito diferente do que era há 50 anos. Quase cinco décadas depois, que mudanças profundas aconteceram no país? E que lições devemos retirar para melhorar o futuro? 

A Fundação tem um extenso programa para refletir sobre o que mudou e o que é preciso garantir para melhorar a democracia nacional. Um programa que começa no Quartel do Carmo onde o regime caiu – com o evento «Cinco décadas de democracia, o que mudou?» – e se estende a mais debates, documentários, publicações e estudos, que vão permitir pensar e construir o futuro coletivo.

Ler menos
Portuguese, Portugal