A
A
Um estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos sobre desigualdade e bem estar nos municípios portugueses.

Territórios de bem-estar: assimetrias nos municípios portugueses

Que regiões e municípios do país são mais inovadores? Quais são aqueles onde há maior pobreza? E como é que o bem-estar dos portugueses é influenciado pela escolaridade ou pelo ambiente? O novo estudo da Fundação caracteriza os perfis de bem-estar e as desigualdades sociais dos municípios nacionais.
1 min
Documentos
Territórios de bem-estar, Estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos

O que contribui para o bem-estar dos cidadãos?

Neste estudo apresentamos um novo olhar sobre os territórios, observados a partir das suas desigualdades e oportunidades. Sendo cada vez mais evidente que o crescimento económico é insuficiente para medir e avaliar o progresso social, apresentamos uma proposta que permite uma visão plural sobre as condições de vida e de bem-estar dos Portugueses.

O estudo demonstra que a segurança e a qualidade ambiental do local onde vivemos, as possibilidades de gestão dos tempos da vida familiar e de trabalho, o acesso à habitação e a serviços de educação, saúde e transportes, a par do envolvimento nas comunidades, são alguns dos fatores que mais influenciam a perceção e a experiência de bem-estar das pessoas, sofrendo grandes variações entre territórios.

video thumbnail
Vídeo infográfico do Estudo
video thumbnail
Debate do estudo
Acessos rápidos
Documentos
Territórios de bem-estar, Estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos