Educação

Como se aprende a ler?

PUBLICADO EM dezembro 2010
Sobre
Ver

Sinopse

"Não se descobre aquilo que teve de ser inventado e, em particular, não se descobre individualmente o que a humanidade levou muito tempo a inventar. O nosso sistema de escrita - o sistema alfabético - só foi inventado cerca de dois milénios depois de terem aparecido as primeiras representações escritas das ideias e da linguagem. Nem a escrita nem a leitura no sistema alfabético se descobrem, aprendem-se! Apesar do seu título, elegantemente conciso, este livro não trata apenas de como se aprende a ler, mas também, e muito, de como se ensina a ler e escrever." José Morais, Universidade Livre de Bruxelas (in Prefácio) "O conhecimento das características dos manuais que se encontram à disposição dos alunos e dos pais não só permitirá aos professores uma escolha consciente e informada, como os ajudará a fazer um melhor uso dos livros escolares". Isabel Leite, Universidade de Évora Ana Bragança

Autoria

Coordenação e autoria

  • Ana Bragança
  • Isabel Leite
    Professora Auxilar no Departamento de Psicologia da Universidade de Évora
    Isabel Leite é Professora Auxilar no Departamento de Psicologia da Universidade de Évora onde lecciona as disciplinas de Psicologia da Percepção e da Atenção, Psicologia da Memória e da Linguagem (do 1º Ciclo de formação em Psicologia), Psicologia da Linguagem, Leitura e Escrita (do Mestrado em Psicologia). Licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, concluiu o Mestrado em Psicologia (Área da Psicologia Cognitiva) com uma Tese sobre a aquisição e desenvolvimento linguístico. O interesse pela investigação sobre a linguagem e as habilidades de leitura e de escrita levou ao Doutoramento em Psicologia pela Universidade de Évora sobre os processos cognitivos e conhecimentos envolvidos nas etapas iniciais da aprendizagem da leitura, sob a orientação de José Morais (Universidade Livre de Bruxelas) e de Paulo Ventura (da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa). Desde 2009 integra o grupo de trabalho responsável pelo estudo psicolinguístico para “Estabelecimento de níveis de referência na aprendizagem da leitura e da escrita do 1º ao 6º ano de escolaridade”, realizado no âmbito do programa de acompanhamento e de monitorização do Plano Nacional de Leitura.
  • Linda S. Siegel
    Professora de Psicologia Educacional e Vocacional e Educação Especial
    Linda S. Siegel é professora no Departamento de Psicologia Educacional e Vocacional e Educação Especial (Educational and Counselling Psychology and Special Education) na UBC, Vancouver, Canadá. Leccionou também na Universidade do Missouri, Universidade McMaster e Universidade de Toronto Mestre e doutorada pela Universidade de Yale, é especializada em dislexia e outras dificuldades de aprendizagem, tendo desenvolvido um sistema para, simultaneamente, detectar as crianças em risco de desenvolverem dificuldades de leitura e providenciar um programa de intervenção para reduzir ou eliminar estas dificuldades. Publicou mais de 150 artigos e capítulos de livros sobre cognição e desenvolvimento da linguagem (linguagem oral bem como leitura, escrita e soletração), leitura, dificuldades de aprendizagem, bilinguismo, Inglês como segunda língua, detecção de crianças em risco de dificuldades de aprendizagem, desenvolvimento de crianças com baixo peso e aprendizagem das línguas francesa, espanhola, chinesa, árabe, italiana, e portuguesa. É editora associada da “Child Development” e editora do “International Journal of Behavioral Development”, tem participado nas comissões editoriais de várias revistas científicas e participou em painéis de revisão de financiamento para investigação nos Estados Unidos da América, Canadá, Austrália, Suécia, Israel, Inglaterra e Hong Kong. Foi membro do Painel Nacional dos Estados Unidos para o desenvolvimento da leitura em crianças e jovens de minorias.
  • Roger Beard
    Chefe do Departamento da Infância e Educação Primária no Instituto de Educação da Universidade de Londres
    Roger Beard (n. 1947) é chefe do Departamento da Infância e Educação Primária (Department of Early Childhood and Primary Education)no Instituto de Educação da Universidade de Londres. É licenciado e mestre na área da educação e doutorado em Psicologia da Aprendizagem Humana e Avaliação Educativa. Iniciou a sua carreira como professor primário, tendo trabalhado na Universidade de Leeds e na Universidade de Londres, onde lecciona actualmente. Orientador de teses e cursos, possui uma vasta experiência como consultor de várias entidades e projectos, nomeadamente o Parlamento Europeu (Conteúdos e Estrutura da Formação de Professores Primários), Governo brasileiro (Política de Educação para a Literacia) e o Governo do Reino Unido (Estratégia Nacional para a Literacia (National Literacy Strategy). Interessa-se especialmente pelas questões da literacia e da formação de professores.

Partilhar