Cronologias na Sábado

Cronologias do Portugal Contemporâneo 1960-2015

Foi a 1 ou 2 de Agosto de 1968? É imprecisa a data em que António de Oliveira Salazar caiu da cadeira. Por isso, após várias horas de pesquisa na Torre do Tombo, em Lisboa, e de inúmeras conversas com especialistas para determinar o início do agravamento da saúde do presidente do Conselho (Salazar nunca mais recuperou, depois disso), Paulo Silveira e Sousa, António Ramalho e Octávio Gameiro optaram por manter as duas referências. "O dia 1 consta da carta do calista Hilário que atendeu Salazar e o dia 2 da agenda do próprio Salazar. São duas fontes de autoridade igualmente fortes", explica à SÁBADO, António Ramalho, um dos três autores do projecto Cronologias do Portugal Contemporâneo 160-2015.

A iniciativa da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS) em parceria com a RTP e o Círculo de Leitores, junta mais de 10 mil factos históricos dos últimos 55 anos, em cinco áreas temáticas (política, cultura, sociedade, economia e internacional) e está disponível, desde esta quarta-feira, dia 17, na plataforma digital cronologias.ffms.pt.

Além da consulta da timeline interactiva, é possível fazer pesquisas por temas e datas a descobrir, por exemplo, quais foram os factos marcantes da sua data de aniversário. "Os contéudos deram ainda origem a um livro, composto por vários volumes", acrescenta Maria Ferreira, coordenadora da versão digital do projecto.

A ideia original de António Barreto (na altura em que era presidente do Conselho de Administração da FFMS) começou a ser concretizada em 2012 e foi finalizada em Novembro do ano passado. "Foi um trabalho colegial escrito e revisto pelos três", afirma Paulo Silveira e Sousa, dando conta da multiplicidade de fontes associadas ao projecto, (serão milhares diz).

Ver

Partilhar